segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Ofertando Lábios Impuros

Isaías 6:7 - E com a brasa tocou a minha boca, e disse: Eis que isto tocou os teus lábios; e a tua iniqüidade foi tirada, e expiado o teu pecado. 

Quando Isaías, dentro de Templo, percebe a intensidade da sua imperfeição espiritual, ele clama pela misericórdia divina. Como resposta, um dos serafins pega uma brasa viva do altar e a põe em contato com os lábios do jovem. "Com ele tocou a minha boca e disse: Veja, isto tocou os seus lábios; por isso, a sua culpa será removida e o seu pecado será perdoado." (Isaías 6:7).

A presença do Senhor inundou absolutamente o ambiente do Templo. Isaías comparou o impacto daquela glória com a sua envergonhante conduta pecaminosa. A única exclamação honesta, diante do contraste, foi seu "Ai de mim, que tenho lábios tão impuros".

A honestidade de Isaías deve ser o modelo da nossa própria honestidade. Dante do tamanho do amor dadivoso do Senhor, que é que temos para Lhe oferecer? De puro e santo, não temos nada! Como ficamos, então? Sairemos do templo de cabeça baixa, coração pesado e fugirmos da 'presença" do Senhor? Qual é a resposta que Ele espera de mim? Ele não me pede aquilo que eu não possuo. O que Ele espera de mim é a entrega sincera, honesta, do meu pecado. Se eu recuar a "brasa viva nos meu lábios", eu nunca serei profeta do Senhor, testemunhando por todo o mundo. Nunca será fácil entregar nossa impureza para o Senhor. Mas é esta a oferta que Ele espera de nós.

domingo, 3 de junho de 2012

Perfil de um homem de Deus


1. Chamada  Ninguém pode se apresentar onde quer que seja como homem de Deus a não ser que tenha sido chamado. E quem chama é o próprio Deus: “Rogai, pois ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara” (Mateus 9.38). Foi assim com Abraão: “Sai-te da tua terra, da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei” (Gênesis 12.1); foi assim com Moisés: ”Agora, pois, vem e eu te enviarei a Faraó, para que tires do Egito o meu povo, os filhos de Israel” (Êxodo 3.10); foi assim com Paulo: “mas levanta-te e entra na cidade, e lá te será dito o que te cumpre fazer” (Atos 9.6). O homem de Deus tem uma inequívoca chamada de Deus: ”Samuel! Samuel! Ao que respondeu Samuel: Fala, porque o teu servo ouve” (1Samuel 3.10). Você se lembra do dia em que Deus o chamou?
2. Preparo — Quando Deus chama alguém para uma tarefa específica na sua seara, Ele mesmo provê o preparo necessário. Às vezes, antes da própria chamada, como ocorreu com Moisés (na casa de Faraó), com Paulo (aos pés de Gamaliel). O homem de Deus precisa de preparo, e na vida de Samuel percebemos esse traço bem delineado: “Samuel, porém, ministrava perante o Senhor, sendo ainda menino...” (1Samuel 2.18); “Entrementes, o menino Samuel crescia diante do Senhor, como também diante dos homens” (1Samuel 2.26). É interessante notar que Lucas, ao descrever o crescimento de Jesus, praticamente copia este último verso (cf. Lucas 2.52). O preparo de Samuel foi integral: compreendeu teoria e prática. E o seu preparo, como tem sido?
3. Trabalho — Este traço na vida de Samuel extrapola o seu tempo: “Samuel julgou a Israel todos os dias da sua vida. De ano em ano rodeava por Betel, Gilbal e Mizpá, julgando a Israel em todos esses lugares. Depois voltava a Ramá, onde estava a sua casa, e ali julgava a Israel; e edificou ali um altar ao Senhor” (1Samuel 7.15-17). Nestes tempos de ativismo é bom prestar atenção a essas palavras. O texto deixa claro que Samuel, embora trabalhasse todos os dias, era um homem organizado. Seu trabalho submetia-se a um planejamento anual. Será que temos conseguido planejar nosso trabalho pelo menos pra uma semana? O homem de Deus precisa ser devotado ao trabalho: “Importa que façamos as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; vem a noite, quando ninguém pode trabalhar” (Josué 9.4).
4. Fé — O quarto traço que pretendo avivar neste perfil do homem de Deus é a fé. Sem fé a chamada perde todo o seu sentido; sem fé, o preparo é incompleto; sem fé, o trabalho é infrutífero: “Ora, sem fé é impossível agradar a Deus” (Hebreus 11.6). O homem de Deus precisar ser, necessariamente, um homem de fé. Samuel o foi. A casa de Israel estava afastada de Deus e entregue a toda a sorte de idolatria. Os filisteus eram ameaça iminente. Diante dessa situação caótica Samuel reúne o povo para dizer que a esperança está em Deus. Começa com uma condição: “Se de todo o vosso coração voltais para o Senhor” e conclui com uma promessa: “ele vos livrará da mão dos filisteus” (1Samuel 7.3). O povo aceitou o desafio, voltou-se para Deus, confessando seu pecado e livrando-se dos ídolos. O inimigo veio com toda a sua fúria, enquanto o povo mais se aproximava de Samuel: “Não cesses de clamar ao Senhor nosso Deus por nós para que nos livre da mão dos filisteus (1Samuel 7.9). Indiferente ao ataque do inimigo, Samuel ofereceu um cordeiro em holocausto, clamou ao Senhor, e o Senhor honrou a sua fé: “Enquanto Samuel oferecia o holocausto, os filisteus chegavam para pelejar contra Israel; mas o Senhor trovejou naquele dia com grande estrondo sobre os filisteus, e os aterrou; de modo que foram derrotados diante dos filhos de Israel” (1Samuel 7.10). O homem de Deus precisa não somente de fé; é necessário que ele viva a sua fé, diante do povo.
5. Transparência — Mais do que em qualquer outra época o ministério precisa de transparência. Vivemos numa época de golpes, de falcatruas; estamos no tempo em que a lei é levar vantagem em tudo. Nunca a figura do pastor foi tão aviltada, até porque está muito difícil estabelecer a diferença que existe entre pastor e pastor. Na vida de Samuel o texto fala por si só: “Eis-me aqui! Testificai contra mim perante o Senhor, e perante o seu ungido. De quem tomei o boi? ou de quem tomei o jumento? ou a quem defraudei? ou a quem tenho oprimido? ou da mão de Deus tenho recebido suborno para encobrir com ele os meus olhos? E eu vo-lo restituirei. Responderam eles: Em nada nos defraudaste, nem nos oprimiste, nem tomaste coisa alguma da mão de ninguém. Ele lhes disse: O senhor é testemunha contra vós, e o seu ungido é hoje testemunha de que nada tendes achado na minha mão. Ao que respondeu o povo: Ele é testemunha” (1Samuel 12.3-5). A vida do homem de Deus deve ser marcada pela transparência: ampla; geral; irrestrita.
6. Amor — Na composição do perfil de um homem de Deus, sem dúvida, o amor é um traço de todo indispensável. Aliás, o traço do amor, de tão importante que é, não sobressai, justamente porque, estando presente em todos os demais, confunde-se com eles. A vida de um homem de Deus é uma vida de amor. Assim é que, na vida de Samuel, não vou destacar um momento caracterizado pelo amor. A sua vida inteira foi uma vida permeada pelo amor. “Samuel julgou a Israel todos os dias da sua vida” (1Samuel 7.15). Se você quer ser um verdadeiro homem de Deus, comece por amar o povo.
7. Humildade — Para completar este perfil em que estamos trabalhando, vamos pinçar o sétimo e último traço, característico da vida de Samuel —  a humildade. Se o homem aceita o desafio da chamada, adquire opreparo necessário e se dedica ao trabalho com transparência e amor, com certeza Deus vai atuar grandemente em seu ministério, e é aí que ele vai ter que demonstrar toda a sua humildade. Embora seja tentado, a cada momento, a achar que é ele quem está realizando uma grande obra, não pode perder de vista o fato de que é Deus quem realiza, através da sua instrumentalidade. Se porventura há honra, glória, louvor, tudo deve ser dirigido única e exclusivamente a Deus. A postura do homem de Deus é aquela recomendada pelo Mestre: “Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somo servos inúteis; fizemos somente o que devíamos fazer” (Lucas 17.10). Foi a atitude de Samuel. Embora a sua atuação tenha sido decisiva na derrota dos filisteus, ele fez questão de deixar bem claro para o povo que todo o mérito pertencia ao Senhor. “Então Samuel tomou uma pedra, e a pôs entre Mizpá e Sem, e lhe chamou Ebenézer; e disse: “Até aqui nos ajudou o Senhor” (1Samuel 7.12).

Você é um homem de Deus? Como está hoje o seu perfil? A minha oração neste seu dia é que o povo tenha condição de dizer a seu respeito:
“Eis que há nesta cidade um homem de Deus, e ele é muito considerado; tudo quanto diz, sucede infalivelmente. Vamos, pois, até lá; porventura nos mostrará o caminho que devemos seguir” (1Samuel 9.6).

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Pequenas ações de Cristo


Marcos 10:45 - Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos.


Quando lemos o evangelho, vemos Cristo atuando na esfera das pequenas ações e causando um impacto poderoso na sociedade do seu tempo. Jesus manteve apenas doze discípulos, e destes, ofereceu especial atenção a um grupo de apenas três (Pedro, Tiago e João). Ao longo dos relatos bíblicos, ele atua nas necessidades das pessoas, na maior parte das vezes, atendendo uma de cada vez.

Eu percebo que perdemos muito tempo sonhando com projetos e missões cristãs que são lindos no papel, mas que acabam morrendo na idealização. Imagine se, ao invés disso, gastássemos nossas energias para servir qualquer pessoa que Deus colocar em nosso caminho, independente de isso constar em um relatório ou não. Precisamos resgatar aquela disposição da Igreja Primitiva, onde a burocracia não existia, pois o amor atuante de cada discípulo era suficiente para manter viva a ação evangelística da Igreja.

Sejamos como o Salvador, com disposição para ajudar quem quer que cruze o nosso caminho.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Crescendo com a correção do Senhor


Com o novo nascimento, o cristão inicia uma jornada em direção a maturidade espiritual. Deus não nos deixa entregues a sorte neste processo; pelo contrário, Ele participa ativamente de nosso crescimento espiritual (Fp 2.13). Como um pai que deseja formar seus filhos cidadãos de bem, Deus deseja que cada cristão expresse a imagem de Cristo ao mundo, levando amor, fé e esperança para aqueles que vivem distantes do Senhor.
E aqueles que vivem distantes do Senhor andam nesse mundo parecidos como mortos, pois espiritualmente já estão!

quinta-feira, 15 de março de 2012

O que Jesus falou sobre o Espírito em João 14?

João 14:17 - O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós. 

O Salvador se referiu ao Espírito diversas vezes, mas nenhum texto é tão forte quanto Suas palavras no evangelho de João. Comecemos no capítulo 14. Ali, Jesus afirma que o Espírito Santo é outro Consolador, que ficaria conosco após Seu retorno ao Pai Celestial (Jo 14.16). O Senhor o chamou de Espírito da Verdade, que o mundo não poderia receber; este habitaria conosco e estaria em nós (vv.17). Além disso, Ele nos ensinaria todas as coisas e nos lembraria das palavras de Cristo (vv.26).

Estas palavras do Mestre sobre o Espírito reforçam fortemente o princípio de comunhão. O Consolador seria uma presença viva e amiga tal qual foi o Salvador. Ele habitaria dentro de cada discípulo de Jesus, nos ensinando e nos lembrando das Palavras de Cristo. Como reduzir todos estes atributos a uma simples teoria? É impossível!

Cada cristão deve, individualmente, estar em comunhão com o Espírito Santo (2 Co 13.13), experimentando a alegria de Sua presença em nós.
 

terça-feira, 13 de março de 2012

Nunca se esqueça de Deus


'Deus não escolhe 
pessoas capacitadas, Ele capacita os 
escolhidos.' 
 



Um com Deus é 
maioria.' 
 





'Devemos orar 
sempre, não até Deus nos ouvir, mas até que 
possamos ouvir a Deus.' 
 








'Não confunda 
a vontade de DEUS, com a permissão de DEUS. 
 



'O mais importante 
não é encontrar a pessoa certa, e sim ser 
a pessoa certa.' 
 


'Moisés gastou: 
40 anos pensando que era alguém; 40 anos 
aprendendo que não era ninguém e 40 anos descobrindo o que Deus 
pode fazer com um NINGUÉM.' 
 


'Nada está fora 
do alcance da oração, exceto o que está fora 
da vontade de Deus.' 
 



'A fé ri das impossibilidades.'  


Não diga a DEUS que você tem um grande problema. Mas diga ao problema que você tem um grande DEUS.' 

Deus  te Abençoe!!!! 


sexta-feira, 9 de março de 2012

Te amo!


             Jéssica: Amor, como você faz isso?
Guilherme: Faço  o que?    
                                          Jéssica: Como consegui ter o melhor sorriso do mundo?
                                            Guilherme: Simples, toda vez que eu sorrio, eu penso em você.


quarta-feira, 7 de março de 2012

Jogador decide corrigir erro!

A confissão do ex-Jorbison: ‘Poucos tomariam essa atitude’


Jogador decide corrigir erro para se batizar na igreja evangélica, fala das tentações no futebol e vive dura realidade em Pilar, interior de Alagoas



Era uma vez um menino da pequenina cidade do sul baiano de Camacan, localizada a 500km da capital Salvador. O sonho era o clichê básico da maioria dos adolescentes: ser jogador de futebol. Para isso, no entanto, aceitou trocar de nome e reduzir a idade em dois anos. Deixou de ser Maxwell Batista da Silva, nascido em  23 de outubro de 1989, para assumir a identidade de outro menino da mesma cidade: Jorbison Reis dos Santos, registrado em 1991.
Conseguiu rapidamente pular do Artsul para o Flamengo. Foi tratado por anos como grande promessa, ganhou um contrato longo, elogios de treinadores e até uma convocação para a Seleção Brasileira sub-20. Mas a troca de identidade o perturbava.
- Foi exatamente isso que eu fiz (ir ao Flamengo e contar a história real). Meu sonho era me batizar, e não poderia fazer isso estando nesse erro. Vou me batizar neste ano. Hoje estou 100% ligado a Deus. Isso me faz muito bem. Quando vejo atletas indo pelo mesmo caminho, eu alerto. Às vezes, a pessoa só aprende passando por isso. No meu caso foi assim. Tem duas maneiras de você seguir a Deus: pelo amor ou pela dor. Tive que experimentar esses dois lados – afirmou Maxwell Batista da Silva.O salário e a chance de jogar no clube mais popular do país não resistiram aos conflitos internos. Ao optar por se converter à igreja evangélica, Maxwell escolheu voltar à verdade.
Ainda menor de idade, com o sonho de sair de Camacan, Maxwell viu seu empresário apresentar para sua família uma proposta que “facilitaria” sua vida: usar a identidade de uma pessoa com dois anos a menos. Um fardo que o jogador passou a carregar.
Jorbison Alagoas treino (Foto: Janir Junior / GLOBOESPORTE.COM)Maxwell, ex-Jorbison, sorri no Corinthians-AL
(Foto: Janir Junior / GLOBOESPORTE.COM)
Jogador do Corinthians de Alagoas desde janeiro, Maxwell exalta sua atitude. E fala em recomeço:
- Aqui é como se fosse um recomeço da minha carreira, tanto na área profissional como espiritual. Por isso, hoje estou em paz, com meu coração tranquilo, pois estou fazendo a coisa certa. Poucos tomariam essa atitude, só tomei porque senti que era de Deus. Isso me faz muito bem hoje.
Com o nome de Jorbison, como jogador do Flamengo e até então sem o engajamento evangélico, Maxwell caiu nas tentações do mundo da bola.
- Venho de um lar evangélico, fui criado na igreja ouvindo a palavra de Deus, isso é uma bênção. Mas, às vezes, você cai em tentação em algumas circunstâncias. No meu caso foi isso. Saí da Bahia com 16 anos para ir para o Rio de Janeiro jogar. Chegando lá me desviei, conheci coisas que nunca tinha visto. Fiquei de dois a três anos desviado. Tive um encontro verdadeiro com Deus no meio de 2011 e estou firme até hoje. A verdadeira felicidade a gente só encontra no caminho de Deus, ouvindo a palavra. No meio do futebol é muito complicado, você conhece pessoas que te facilitam muita coisa em relação a noitada, mulher... – disse o jogador.
Nova realidade profissional e financeira na violenta Pilar
Atualmente, nada de noitadas, mulheres e muito menos o glamour do futebol e da Cidade Maravilhosa. Maxwell mora num bairro nos arredores de Pilar, município que fica a cerca de 40 km de Maceió, no interior de Alagoas.
Na cidade, que tem em torno de 33 mil habitantes e é conhecida como a terra do Bagre, ruas estreitas de terra e paralelepípedos levam até o campo onde o Corinthians-AL treina, já que a prefeitura local patrocina o time.
  •  
Saí da Bahia com 16 anos para ir para o Rio de Janeiro jogar. Chegando lá me desviei, conheci coisas que nunca tinha visto. Fiquei de dois a três anos desviado"
Maxwell, ex-Jorbison
Pelas ruas, é mantido o velho costume do interior, com famílias nas portas de casa, sentadas no chão ou em cadeiras para um dedo de prosa. Desde cedo, as biroscas da região já derramam doses de cachaças em copos espalhados pelos balcões. O aparente clima de tranquilidade, porém, não esconde um assunto comentado e temido a cada esquina: a crescente pistolagem e o tráfico de drogas.
Em diversos relatórios de 2011, Pilar aparece entre as 20 cidades mais violentas do país na relação de homicídios por número de habitantes. No fim de janeiro, um adolescente de 21 anos foi morto na praça da cidade. De janeiro até agora, cinco mulheres também foram mortas, segundo números de Conselho de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas (OAB/AL).
Pelas ruas, é comum ver moradores com camisas do Flamengo, mas, ao serem questionados sobre o jogador, desconhecem totalmente o passado de Maxwell na pele e com identidade de Jorbison.
Maxwell divide casa com outros companheiros de time e chega aos treinos no ônibus modelo 1989 do Corinthians, sem ar-condicionado e que vez ou outra apresenta algum problema. O jogador ajuda a carregar o material de treino.
O lateral admite que ter vivido e jogado como Jorbison foi um processo de dor e perdas:
- Foi doloroso, pois atrasei minha bênção, poderia estar melhor financeiramente, mas Deus tem para mim algo muito grande, além do que imagino. Estou supertranquilo, estou bem. Como Deus mudou minha vida, pode mudar a de milhares de pessoas que estão precisando disso.
Depois da reserva, dribles e velocidade em amistoso
Jorbison Alagoas jogo (Foto: Janir Junior / GLOBOESPORTE.COM)Maxwell em ação pelo Corinthians-AL
(Foto: Janir Junior / GLOBOESPORTE.COM)
No último domingo, o Corinthians de Alagoas – anunciado agora como Corinthians Pilarense por conta do apoio da prefeitura local – disputou um amistoso contra a Seleção de Pilar. Ao desembarcar do ônibus, o lateral-esquerdo pôde, enfim, falar sobre a expectativa do jogo com sua verdadeira identidade:
- A expectativa é a melhor possível. É amistoso, mas sempre encaramos com seriedade e vamos dar nosso melhor.
O lateral se apresenta, diz seu verdadeiro nome e comenta como é atuar como Maxwell, não como Jorbison.
- Eu sou Maxwell Batista da Silva, atualmente estou aqui no Corinthians Alagoano. Isso que me deixa em paz, tranquilo, feliz tanto no treinamento como nos jogos.
Com o número 14 às costas, Maxwell começou entre os reservas. Em jogos pelo primeiro turno do Campeonato Alagoano, ele chegou a ter chance como titular, mas tem figurado mais no banco. Aos 12 minutos do segundo tempo do amistoso, um carro de som anunciou:
- Saiu o número oito, Batista, entrou o número 14, Maxwell.
Jorbison Alagoas cidade (Foto: Janir Junior / GLOBOESPORTE.COM)Torcedor do Fla caminha pelas ruas de Pilar-AL
(Foto: Janir Junior / GLOBOESPORTE.COM)
No campo, que leva o nome do prefeito Oziel de Barros, o lateral-esquerdo demonstra velocidade em alguns lances, pede a bola, arrisca dribles e toque de calcanhar, além de ser vítimas de algumas faltas.
Sem se esconder, com um constante sorriso mesmo diante da adversidade, o jogador cita Deus dezenas de vezes em suas declarações. Com humildade e ciente dos erros do passado, tenta reescrever sua história no futebol. Como Maxwell Batista da Silva, acredita que recebeu o perdão divino. E comenta sobre a chance de, no futuro, voltar ao seu clube de coração com sua real identidade e livre de erros e pecados.
- Com certeza, Deus já me perdoou, pois ele conhece o coração do homem. Isso é o mais importante. Foi um sonho ter jogado no Flamengo e eu creio que as portas que Deus está abrindo para mim vão além. Mas se tiver oportunidade de voltar um dia será um prazer enorme, até porque sou Flamengo de coração.
Jorbison Alagoas treino (Foto: Janir Junior / GLOBOESPORTE.COM)Maxwell caminha após o treino do Corinthians-AL (Foto: Janir Junior / GLOBOESPORTE.COM)

sábado, 3 de março de 2012

Te Amo Jéssica S2

Amor formado por joelhos dobrados e formado no coração de Deus.

Como sempre pedi ao Senhor uma mulher que estivesse ao meu lado e nisso me propôs e pois você em minha vida...

E com isso venho aprendendo a te amar de uma forma que não é um amor que vem de mim mesmo, mas
sim direto do "Pai".

É tão grande e intenso o meu amor por você...
é maravilhoso ter alguém do meu lado tão especial como você...
Faço dos meus dias eternas alegrias,só de pensar que Deus colocou no meu caminho uma pessoa igual á você,,simpática,companheira e amiga.....você é o única que pode me fazer a pessoa mais feliz do mundo,porém,se por acaso algum dia você faltar, não sei se conseguirei prosseguir em minha caminhada! Pois tenho visto na minha vida

nos momento mais difíceis você esteve ao meu lado para me exorta, dar carinho e dar uma palavra que vem de Deus 

sempre me encorajando a olhar para o Alvo.   

Quando me vejo fraco ali esta você para me fortalecer.  Eu te amo tanto,haja forças para aguentar todo esse amor que me invade, e faz com que eu seja tão feliz.Pode vim barreiras , lutas, dificuldades... Mas sei que para conquistar uma Princesa tem que mostra que é um príncipe guerreiro.  Porque eu quero ser muito feliz ao lado da mulher que eu  escolhi para viver para sempre.tudo o que eu sinto por você é muito forte,pois é tão forte e tão bonito,é uma das mais grandes maravilhas que Deus nos deu,o amor!EU TE AMO e te amarei até o fim,porque mesmo que o amor vire algo extinto no mundo,eu sim,quero sempre te amar!eu desejo toda a felicidade do mundo para nós,para você,porque você além de tudo merece tudo de bom nessa vida!
 você não sai da minha cabeça nunca e nem do meu coração, Pois sei que esse sentimento vem dos céus...
Eu te amo minha princesa!
Te amarei até o fim que Deus nos abençoe: assim seja a vontade de Deus,porque se for pela nossa felicidade ele com certeza quer,porque além de tudo ele só quer a felicidade de seus Filhinho Guilherme e Jéssica!!!
Nunca esqueça meu amor,eu estou por todos os instantes pensando em você que é a razão do meu viver!!!
Nunca esqueça,que eu te amo muito,você é tudo para mim, uma das pessoas mais especias e importante que existe na face da terra,enfim,você é tudo que eu sempre quis,és tudo que eu sempre sonhei,você estar sendo minha  vida e será para sempre!!!


Te amo Jéssica Viana!

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Continue firme na oração

 O que é oração? A oração simplesmente é a comunicação com Deus, ou seja, conversar com o nosso Criador e ouvi-lo. Veja: a oração move a mão de Deus e a mão de Deus move o mundo! O desejo do Senhor é quem nós nos acheguemos a Ele em oração, não há uma maneira certa ou errada de orar, tudo o que você tem a fazer é falar com Deus como se você fosse falar com o seu melhor amigo.

   Há pessoas que oram com palavras cultas. Outras com uma linguagem mais simples. Não importa, Deus não exige que você use palavras cultas, que só o dicionário e poucas pessoas conhecem o significado, caso você seja novo no evangelho e ainda encontra dificuldades em conversar com Deus, está aí um motivo principal o qual você deve tratar como Senhor. É normal encontrarmos palavras para direcioná-las a Deus, mas em suas orações rogue para que Ele te ajude e acredite, Ele ajudará (Mateus 21.22).

   Boa parte das pessoas tem a ideia de que a oração é apenas falar com Deus, mas isso é só a metade dela. Você não pode comunicar-se realmente com alguém sem outra importante atividade: ouvir. A oração é uma rua de mão dupla, Deus não quer somente que você fale com Ele, Ele também quer falar com você. "Mas como Deus vai falar comigo?" Através da sua Palavra, a Bíblia.

   Tente neste instante, seja qual for a necessidade que você tenha, chegue-se até Deus em oração e depois pegue a Bíblia de novo e deixe Deus falar com você pela Palavra. Mas não crie o hábito de orar apenas como se você estivesse cumprindo um dever, Deus quer que você esteja continuamente em oração, falando com Ele durante durante o dia todo. Veja o que diz Colossenses 4.2.

   Orar não significa fechar os seus olhos, polpar uma mão a outra e ficar de joelhos. Você pode orar no caminho ao trabalho ou a escola, se alimentando ou limpando o seu quarto, basta levar os seus pensamentos ao Senhor e conversar com Ele em seus próprios pensamentos, acredite, Ele ouve!

   Se você conversasse com um amigo íntimo apenas de vez em quando, o que aconteceria? A sua amizade não seria tão íntima. Não tenha medo, fale de tudo o que você tem passado e sentido, Ele conhece todos os teus passos e Ele quer te ajudar. Se nós queremos que o nosso relacionamento com Cristo seja forte, nós devemos orar sempre (Romanos 12.12). Aumente essa intimidade hoje mesmo!

Sinais que indicam a possibilidade do relacionamento ser da vontade de Deus:

1) Há Paz no coração de ambos. Paz é quando não há medo, nem ansiedade, nem insegurança e ciúme no relacionamento.
 
2) Parte do Homem a iniciativa (de pedir para orar com a moça).
 
3) Quando ambos aceitam orar e se relacionar sem contato físico por um tempo (sem beijar na boca ou se abraçar).
 
4) Quando o relacionamento começou através de um “Compromisso” ou “Corte” (se fala “Côrte”), debaixo da benção e aprovação dos pais e dos pastores.
 
5) Quando há concordância ministerial (quando ambos se completam no ministério), e estão previamente de acordo com o que ambos querem fazer (no ministério e) na vida pessoal. Exemplo: se ele quer ser missionário, e ela quer ser pastora de uma igreja local, futuramente alguém terá de abrir mão do seu ministério (e sonho) para estarem juntos. Isso precisa ser avaliado antecipadamente, antes de se envolverem emocionalmente, ou seja, precisa ser observado no período do “Compromisso”.
 
6) Quando ambos são, um para o outro, um incentivo de oração e santificação, quando o relacionamento os aproxima mais de Deus, e trás maturidade emocional e espiritual.  
 
7) Quando o homem tem autoridade natural (e não imposta) sobre a mulher.
Isso é possível quando ele possui uma inteligência (emocional) igual, ou acima da dela. Esse detalhe é importantíssimo, porque a atração da mulher pelo seu marido não é conservada pela aparência, mas sim pela admiração que ela tem por ele… e quando ele tem  inteligência (emocional) no mesmo nível (ou acima) da dela , a admiração da mulher é constante, e sua submissão muito mais fácil e prazerosa.
 
8) Quando ambos se agradam da aparência um do outro, e admiram um ao outro.
Esse ponto fica sempre por último, porque ele tende a ser sempre o primeiro da lista, e a decisão não deve ser baseada na aparência. Mas é importante ressaltar o seguinte: O homem precisa achar a moça bonita, ainda que ninguém mais ache isso, ele precisa achar. Já a moça, precisa admirá-lo, achar ele “o máximo”, porque se não a atração dela será superficial.







Fonte:http://sarahsheeva.wordpress.com/